top of page

Cuteleiro José Alberto Paschoarelli - Em memória

Atualizado: 4 de dez. de 2023


faca  Jose Alberto Paschoarelli

José Alberto Paschoarelli nasceu em 11 de abril de 1954 em Lençóis Paulista (SP), onde mantém ateliê na sua chácara, a Estância Vitória, às margens do Rio Claro, e se dedicou exclusivamente às bowies.

Técnico em Mecânica de formação, trabalhou por muitos anos na manutenção de máquinas da área sucroenergética. Começou a forjar facas por hobby a partir de 1996. Aliando sua carreira principal à Cutelaria, aproveitou o conhecimento das matérias aprendidas no tempo do curso técnico para deslanchar. Mas foram necessários anos de tentativas e erros até atingir um nivel aceitável de técnica e começar a produzir peças com qualidade para o comércio.

Assim como ocorreu com outros percursores do mercado custom, Paschoarelli experimentou forjar com muitos tipos de aços, alguns hoje tornados obsoletos. Mas a entrada em cena de materiais de ponta iniciada na virada do século deu à sua geração a oportunidade de se deleitar com novidades como o inox 440C e ATS 34, os supercarbonos VC 131 e o hoje popularíssimo 52100.

Talvez por isso que seu sortimento seja tão grande, incluindo peças feitas de inox, carbono, chifres, marfim, caviúna, palo santo e até pau brasil. Com larga experiência no mercado, Paschoarelli é repositório não somente de sabedoria técnica, mas de muitas histórias de tempos, considerados primitivos.


Trecho retirado: do livro Legacy Of Steel




"José Alberto Paschoarelli, um colecionador de facas que virou um grande cuteleiro!! Seu estilo eram as Bowie rústicas, peças que ele fazia com o maior dos esmeros!! O conhecimento histórico sobre as facas, nos encantavam! Quando das poucas vezes que ouvi ele e Laercio Gazinhato conversando, fiquei maravilhada com tanta paixão pela cutelaria. Com ele aprendi a fazer facas, “a duras penas” quem o conheceu sabe o quanto ele era perfeccionista e detalhista. Ele namorava literalmente suas facas, e quando vendia alguma de suas peças, sentava com o cliente por horas e contava todo processo e o valor de estima que fora colocado ali. Seu desejo era de nunca ter vendido nenhuma delas. Posso afirmar com certeza que foi a pessoa mais apaixonada por cutelaria que já conheci. Gratidão !!" Marina Farão




cuteleiro Jose Alberto Paschoarelli

Jose Alberto Paschoarelli

José Alberto Paschoarelli

1954 - 2023




66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page