top of page

Faca: Língua de Chimango

Atualizado: 24 de mar.


A principal característica deste modelo de faca é seu perfil fino, comprido e de ponta aguda.

Modelo que possui como contexto histórico ligado a Revolução Farroupilha e as Batalhas entre Chimangos e Maragatos, na época os cuteleiros e ferreiros reaproveitavam as pontas de estadas que eram geralmente quebradas ou danificadas em batalha. Para forjar este modelo de ponta fina, que por visto seria muito útil na batalha.



Chimango -
A grafia pode ser ximango. Ave de rapina muito comum na campanha riograndense, falconídea, pessoal rapineiro, oportunista, caçador que é da terra.

CONTEXTO HISTÓRICO


Alcunha depreciativa dada aos liberais moderados pelos conservadores, no início da monarquia brasileira. No RS, nos anos de 1920, foi à codinome dada pelos federalistas aos governistas do PRR. Honório Lemes Maragato contra Flores da Cunha Chimango (pica-pau).



O lenço de cor branca identificava os chimangos.


O lenço de pescoço é um dos símbolos mais fortes do gaúcho, seu orgulho e sua honra. Muitas vezes foi também símbolo político. Em 1893 foram “maragatos” contra “pica-paus” (lenço vermelho contra lenço branco) e em 1923 foram “maragatos” contra “chimangos” (novamente o embate das duas cores tradicionais) e em 1930 o lider e estrategista Getúlio Vargas uniu brancos e colorados, maragatos e chimangos e literalmente “invadiu” o Brasil.


FICHA TÉCNICA DA FACA:


  • Conhecida como língua de chimango, no Rio Grande do Sul, é uma lâmina feita para uso geral.

  • O nome vem das batalhas farroupilhas, período que se usavam as pontas de sabres e espadas quebradas para produzir a ferramenta.

  • Justamente por ser uma lâmina reaproveitada esse modelo tem por característica o formato esguio (estreito e comprido) normalmente com tamanhos entre 12 e 14 polegadas, na empunhadura eram usados materiais tradicionais da região Sul ( Madeira de Guajuvira, Pau-ferro, osso bovino em talas duplas com fixação de rebites).

  • A lâmina funciona muita bem para a lida campeira, desde a carneação até cortes mais cotidianos, na época era uma faca militar indispensável para os conflitos do período.






Colaboração da Matéria Don Cássio Selaimen Contato (51) 9.99940011




116 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page